Culminância do Projeto Artista da Escola


HÉLIO RÔLA
Francisco Hélio Rôla, 72, foi menino grafitando calçadas e muros do bairro com pedaços de carvão, telha ou tijolo branco.  Informalmente alfabetizado em desenho por uma senhora da vizinhança, passa a estudar na Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP) no fim dos anos 40. Mas cresce médico, pesquisador.
E ao longo do tempo, Hélio firma-se como artista de produção múltipla trafegando pela pintura, gravura, colagem, escultura e desenho. Agita movimentos artísticos como o Grupo Aranha, que denunciava em murais a degradação da Praia de Iracema, e o Grupo Tauape, de resgate à tradição cearense da xilogravura.
http://www.enciclopedianordeste.com.br/nova300.php

Projeto: Artistas da nossa escola

Reprodução da arte Composição do artista Francisco Hélio Rola no KolourPaint

Participação no prêmio Peteca

Rap Arrastão diferente
video


T de Tiago, I de Ismael,
P de Paulinho e N de Natanael. (BIS)

Dia de semana não viajo mais
pois tinha um PM no banco de trás
Eu e meu parceiro da paz e amor
Fomos abordados pelos canas do terror.

Eu não estou fazendo nada
só indo pra escola
em vez de roubar
prefiro pedir esmola.

A arma que eu levo
não é uma pistola
A arma que eu levo
é só o meu livro da escola.(BIS)

Arrastão
quem diria
por isso que pulei
o muro da periferia.(BIS)

Um crime marginal
começou no rio
e virou manchete nacional.
Acorre Fortaleza
na Avenida Beira Mar.

Quinze de agosto
é dia de Iemanjá
Na Praia do futuro
é grande multidão
todo mundo corre
Quando vem um arrastão.

Eu faço arrastão diferente
que arrasta muita gente
de maneira consciente.

Chegou segunda-feira
O jovem fica em decisão
nós temos que fazer
o nosso próprio arrastão

E ai macho velho
você se declarou
que o movimento arrastão
surgiu no Luxou

Não tem uma praça
nem uma quadra
por isso que as pessoas
vivem revoltadas na TC comunitária

Cadê o valor
tá na sociedade
mas chegou o arrastão
que já vem arrastando
o jovem pra fazer rap rimando.(BIS)

Eu tenho uma proposta
que te convido com moral
fazer squash original
é só segui contexto com
essa terminação
temos que encontrar
nosso próprio arrastão

Ele disse que a mazela
só existe na favela
A gangue de política
são a grande causa delas.

Vou falar uma palavra
que se chama atitude
nos temos que saber
o valor da juventude.

Eu vou falar com o MC
é ele o porta voz
articula rima que solta sua voz
no muro postetando com grafite
As drogas impoluir o pensamento
o break é a raiz do movimento
o crime te leva na consciência
essa mensagem é positiva
que vem do coração
é isso ai pode crer
esse é o rap da nação.
Compositores: Paulo José Melo da Silva


Natanael Almeida Ramos



http://www.sme.fortaleza.ce.gov.br

Homenagem a Pátria

Você sabe o que aconteceu no dia 7 de setembro de 1822?
Independência do Brasil!

Fique por dentro...